“...A Cristo o Senhor é que estais servindo.” Colossenses 3:24b

Rev. Nelson França

Se lhe perguntassem: a quem você está servindo, o que responderia?  Para nós cristãos, a resposta a essa pergunta é óbvia demais. Certamente, qualquer de nós responderia: é a Jesus que eu sirvo.  Entretanto, é possível que muitos respondam assim, não porque de fato seja nesse espírito que atua em seu ministério na igreja, mas, sim, porque sabe que esta é a resposta certa que um cristão deve dar a essa pergunta. Seria maravilhoso se todos os que sabem a resposta certa a essa questão, a praticasse; servindo à igreja, aos irmãos, aos líderes de ministérios e departamentos como se estivessem servindo ao Senhor.  Mas, o que se observa na prática, é que na maioria das vezes, estamos longe de viver esta realidade; estamos mais para quem serve a homens; inclusive a nós mesmos, do que para quem serve ao Senhor. Dessa forma, não raramente, vemos a antiga questão: “Eu sou de Paulo e eu sou de Apolo”, se repetindo, se não nos lábios, mas, no coração e atitudes de muitos cristãos. Reconhecemos que essas coisas são comuns no contexto secular, onde as pessoas disputam cargos, posições; e, o jogo de interesses sempre fala mais alto, gerando partidos. Porém, quando isto ocorre na igreja é muito triste. Por outro lado, não há trabalho mais fascinante e recompensador do que aquele que nós realizamos para o Senhor. Pode ser o ministério mais simples ou o mais trabalhoso, elogiado ou esquecido. Quando nós o fazemos como para o Senhor, a motivação por si só nos satisfaz. Daí, se o líder por alguma razão não é o mesmo; não importa, é ao Senhor que estamos servindo. Se o nosso trabalho não foi reconhecido, também não tem problema é para o Senhor é que o fazemos.  Neste sentido, portanto, o nosso sentimento diante das mudanças de liderança, ministério e mesmo as reações das pessoas diante do nosso trabalho, podem constituir-se num teste importante para revelar se de fato é a Cristo que servimos. 

Reparem que quando Paulo escreveu estas palavras aos crentes de Colossos, o seu objetivo era dar-lhes consciência que valia a pena todo o esforço e dedicação naquilo que faziam, tanto no serviço secular como no espiritual. Por isso no verso anterior ele abrange toda a realização humana do seguinte modo “Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens...” (Cl 3:23).  Então, como tem se saído nos testes pelos quais têm passado?  Afinal, a quem você está servindo?                                                                                                                                          

 

 

                                                                                                                             

Voltar Editorial
Voltar Editorial
Voltar Editorial

Domingo

Escola Dominical - 09:30hs

Culto Vespertino - 18:30hs

 

 

 

Segunda

Descanso Pastoral

 

 

 

Terça

Reunião de Oração - 06:30​hs

 

Quarta

Estudo Bíblico - 20:00hs

 

Quinta

Reunião de Oração - 20:00hs

(na igreja)

 

Sexta

Artesanato - 14:00hs - 17:00hs

 

Sábado

Programações Eventuais (vide boletim)

Nossos horários

Encontre uma

       Igreja Presbiteriana perto de você             

Rua Copacabana, 207 - Guilhermina - Praia Grande/SP  -  Tel. (13) 3302-9049      

Desenvolvido por: Catia S B Lima - Responsável: Conselho IPPG

                                       

nov/2012 - 2020