EM CIMA DO MURO? HUMM! SEI NÃO...

“Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé; provai-vos a vós mesmos.” 2Coríntios 13.5

 

Rev. Nelson França

 

São muitos os que se declaram “em cima do muro” com respeito à sua fé. Segundo esta declaração essas pessoas se sentem de algum modo confortáveis em sua posição.

Esse “conforto” se dá primeiramente, por elas não sentirem as pressões próprias de uma vida cristã genuína; ou seja, viver um testemunho autêntico, expressar zelo pelos princípios bíblicos, esforçar-se por estar presente regularmente nos trabalhos da igreja, dedicar-se em algum ministério ou serviço cristão. Para aqueles que estão “em cima do muro”, deveres básicos, como esses, não possuem um peso real em sua vida e conduta.

Se alguém do lado de cá os “apertar” com alguma “cobrança”, é assim que lhes soam as exortações mesmo com amor, eles se magoam e passam um tempo do lado de lá. Muitos até evitam lhes dizer alguma coisa, preferem deixá-los “em cima do muro” na esperança que um dia eles pelo menos caiam para o lado de cá.

Em segundo lugar, o seu “conforto” se dá, por que eles, apesar de não estarem do lado de cá, também não se sentem plenamente do lado de lá. Isso lhes causa na consciência um “quê” de piedade, que parece lhes satisfazer a alma.

E assim vivem um pouco de bondade, um pouco de misericórdia, um pouco de santidade, um pouco de respeito pelas coisas de Deus; mas também, vivem um nem tão pouco de: indiferença quanto à consagração, quanto a comunhão, de dedicação aos seus interesses, de malícia, porque, afinal, ninguém é de ferro, né?

Nessa condição eles imaginam conseguir o “inconseguivel”, isto é, estar bem tanto com um lado como com o outro.

O grande problema de se viver dessa forma, é que essa posição “em cima do muro” não existe, de fato; e biblicamente ela é fictícia. Ela seria uma terceira opção, e na Bíblia somente existem duas opções. Nela encontramos o bem ou mal, caminho largo ou estreito, trevas ou luz, Deus ou Satanás, céu ou inferno. 

Com respeito a este triplo modo de pensar em relação à vida cristã, é relevante considerar as palavras incisivas de Jesus ao declarar: “Quem não é por mim é contra mim; quem comigo não ajunta espalha.” (Mateus 12.30).

Nesse parecer entendemos que a nossa vida pertence a Deus ou ao diabo. Ou estamos em paz com Deus, mediante a fé em Jesus, ou estamos sob a Sua ira. Ou a minha vida serve a Deus ou a Satanás.

Portanto, há urgência em considerarmos acerca da nossa situação e daqueles que estão à nossa volta, pois, ou estamos em Cristo e salvos ou estamos na perdição eterna.

Como diz as escrituras: “Examinai-vos a vós mesmos...”.


 

Voltar Editorial
Voltar Editorial
Voltar Editorial

Domingo

Escola Dominical - 09:30hs

Culto Vespertino - 18:30hs

 

 

 

Segunda

Descanso Pastoral

 

 

 

Terça

Reunião de Oração - 06:30​hs

 

Quarta

Estudo Bíblico - 20:00hs

 

Quinta

Reunião de Oração - 20:00hs

(na igreja)

 

Sexta

Artesanato - 14:00hs - 17:00hs

 

Sábado

Programações Eventuais (vide boletim)

Nossos horários

Encontre uma

       Igreja Presbiteriana perto de você             

Rua Copacabana, 207 - Guilhermina - Praia Grande/SP  -  Tel. (13) 3302-9049      

Desenvolvido por: Catia S B Lima - Responsável: Conselho IPPG

                                       

nov/2012 - 2020